Poeta Apolônio Alves dos Santos – Síntese biográfica

Apolônio Alves dos Santos (20/09/1926 –/1998)

Cordelista paraibano, nascido aos 20 de setembro de 1926, em Serraria, município caracterizado pela paisagem serrana e clima agradável, por isso é reconhecida como Princesa do Brejo ou Suíça paraibana. Algumas fontes afirmam que Apolônio nasceu em Guarabira, Paraíba, mas na realidade esta foi a cidade onde os pais, Francisco Alves dos Santos e Antônia Maria da Conceição, criaram o poeta. Faleceu aos 72 anos, na cidade de Campina Grande, Paraíba, no ano de 1998.

Iniciou a vida literária aos 20 anos. Escreveu e não pôde publicar seu primeiro romance: Maria Cara de Pau e o Príncipe Gregoriano, o qual foi vendido, em 1948, para José Alves Pontes, sendo publicado no ano seguinte, em Guarabira, Paraíba.

Nos idos de 1950, foi trabalhar na construção civil na Cidade Maravilhosa, como pedreiro e ladrilheiro; em 1960 trabalhou em Brasília, e inspirado escreveu A construção de Brasília e sua inauguração e, no ano seguinte, retornou para o Rio de Janeiro. Sua estada no Rio contextualizou o cordel Discussão do Carioca com o Pau-de-Arara:

“[…]
Disse o nortista é por isso
que o nordestino é forçoso
porque no meu velho norte
se come pirão gostoso
com farinha de mandioca
aqui só dá carioca
doente tuberculoso
C – “Respondeu o carioca
no queira tanto agravar
seu nordeste é muito bom
mas lá ninguém quer ficar
deixou lá seu pé de serra
e veio pra minha terra
para poder escapar”.
N – ” Aqui também me pertence
o nortista respondeu
eu sou nato brasileiro
o Brasil é todo meu
o homem precisa andar
para poder desfrutar
do país onde nasceu”.
C – “O carioca rompeu
nordestino é curioso
além de ter olho grande
é demais ambicioso
chega aqui se amaloca
na terra do carioca
doente tuberculoso”.
N – “Disse o nortista é porque
nosso Rio de Janeiro
precisa do nordestino
pois é um povo ordeiro
pra quem derrama suor
aqui no Rio é melhor
para se ganhar dinheiro
[…]”.

 FONTES CONSULTADAS

SANTOS, A. A. In: EDITORA Luzeiro: biografias de poetas. [S.l.: s.n., 20?]. Disponível em: <http://editoraluzeiro.com. br/content/1-biografias-de-poetas>. Acesso em: 22 out. 2014.

 APOLÔNIO Alves dos Santos. [S.l.: s.n., 20?]. Disponível em: <http://www.onordeste.com/onordeste/enciclopediaNordeste/index.php?titulo=Apol%C3%B4nio+Alves+dos+Santos>.  Acesso em: 06 nov. 2014.

CORDELISTA paraibano póstumo Apolônio Alves dos Santos. In: CORDEL Paraíba: espaço destinado à publicação de poemas e informações diversas relacionadas com a literatura de cordel. [S.l.: s.n., 20?].  Disponível em: cordelparaiba. blogspot.com.br/2010/06/cordelista-paraibano-postumo-apolonio.html>. Acesso em: 06 nov. 2014.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s