Poeta Cairo Pereira – Síntese biográfica

Poeta paulistano, do bairro do Ipiranga, nasceu no dia 20 de junho 1980. Artista de talento plural vive em Poá no estado de São Paulo. Possui nove livros inéditos de poesia e dois romances eróticos. Não só já publicou seus poemas (Antologia Poética e no Boletim Salesiano, 2005), como foi premiado em terceira colocação no concurso de Ferraz de Vasconcelos (SP), realizado em 2003 (CAIRO …, 2009). Cairo Pereira navega na realidade virtual razão pela qual mantém seu próprio blog intitulado Com Sabor de Trufas, espaço onde expressa sua verve poética. Lá podemos ler Trova sobre Cachaça:

Se me der uma cachaça
tem que ser pinga da boa
que me faz sentir o massa,
que alegra toda pessoa.

(PEREIRA, 2016)

Cairo aponta uma amiga como incentivadora para produções poéticas, pois começou a escrever poemas ainda na adolescência, com 15 anos, quando a amiga leitora afirmou que deveria produzir mais poemas, pois havia gostado do que ele havia escrito (PEREIRA, [20–]). O artista heterônimo adotou mais duas personalidades, Mênfis Silva e Zé Roliço. Mênfis é o poeta erótico, crítico dos relacionamentos e poetizando sobre os vários tipos de amor: pérfido, puro, dionisíaco insano, etc. Impassível diante de traições e uma figura dramática dos romances eróticos: Mênfis e Mênfis entre a Utopia e a Realidade.

A verve poética popular de Cairo está presente na segunda personagem, Zé Roliço, poeta popular nordestino, crítico dos dispoetas, caçoando desses por meio do cordel (PEREIRA, [20–]).

O cordelista Cairo Pereiradisponibiliza muitas das suas produções populares no site Recanto das Letras, ondemos podemos apreciar sua Homenagem aos Cordelistas e ao Cordel e De Cordelista para Trovadora.

Homenagem aos Cordelistas e ao Cordel
 
O texto sobre o matuto
que escreve como se fala
é o cordel: valia opala!
Será sempre o meu reduto.
É por isso que o fajuto
nunca vai ser como nós
cordelista que na voz
faz tal arte popular
para muitos agradar
e voar como albatroz.

(PEREIRA,2010)
  
De Cordelista para Trovadora
 
No momento minha mana
eu virei um repentista:
tô contando a minha vida
mesmo sem ser colunista
e não ser nem afamado
em jornal ou em revista.
 
Eu não sei se é compromisso,
se é esta dor que aperta o peito,
ou sou eu que  sou poeta
por falar, pois, deste jeito
eu espero, juro, mana
que o porvir seja perfeito.
[…]

(PEREIRA, 2011)

FONTES CONSULTADAS

CAIRO Pereira. In: Balcão d’Arte. [S.l. : s.n.],[20–]. Disponível em: <http://www.balcaodarte.com.br/p/o-que-e.html>. Acesso em: 23 abr.2017.

PEREIRA, Cairo. De cordelista para trovadora.In: Recanto das letras. [S.l. : s.n.], 28 jan. 2011. Disponível em:<http://www.recantodasletras.com.br/cordel/2758475>. Acesso em: 23 abr.2017.

PEREIRA, Cairo. Homenagem aos cordelistas e ao cordel. In: Recanto das letras. [S.l. : s.n.], 07 fev. 2010. Disponível em:<http://www.recantodasletras.com.br/cordel>. Acesso em: 23 abr.2017.

PEREIRA, Cairo. Soneto braços e aletas. In: Balcão d’Arte. [S.l. :s.n.], 7 jan. 2009. Disponível em:<http://www.balcaodarte.com.br/2015/07/soneto-bracos-e-aletas-por-cairo-pereira.html?m=0>.Acesso em: 23 abr. 2017.

PEREIRA,Cairo. Trova sobre cachaça. In:______. Com sabor de frutas. [S.l. : s.n.], 6 jun. 2016. Disponível em:<http://comsabordetrufas.blogspot.com.br/2016/06/trova-sobre-cachaca.html>.Acesso em: 23 abr. 2017.

PEREIRA, Ciro. Cairo Pereira: perfil. In: Recanto das letras. [S.l. : s.n.], [20–]. Disponível em:<http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=53126>. Acesso em: 23abr. 2017.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s