Poeta Francisco Sales Arêda – Síntese biográfica

Francisco Sales Arêda (26/10/1916 – 20/12/2005)

O repentista e cantador popular paraibano, Francisco Sales Arêda, nasceu na conhecida Rainha da Borborema, cidade de Campina Grande, no Sítio Covão, em 26 de outubro de 1916, mas conforme informação registrada no blog Retalhos históricos de Capina Grande,no batistério consta o ano de 1915 como de seu nascimento.

Filho de agricultores, quando se mudou para Caruaru – PE (1927), veio a exercer outras atividades: lambe-lambe (fotógrafo ambulante), raizeiro, folheteiro e cantador de viola.

Como cantador de viola, entre 1940 – 1954, desafiou Dimas e Lourival Batista, Zé Vicente da Paraíba, Pinto do Monteiro e José Soares do Nascimento, posteriormente dedicando-se, exclusivamente, à poesia de composição, vindo a publicar seu primeiro cordel em 1946, intitulado O casamento e herança de Chica Pançuda com Bernardo Pelado, porém iniciou na poesia aos 15 anos. Da sua produção, os temas mais recorrentes foram o romance e o conto de encantamento.

Teve acesso ao ensino formal por apenas três meses. Apesar disso, produziu e consumiu literatura, vindo a ser um reconhecido cordelista. Por apresentar completo trabalho de qualidade, é comparado aos grandes nomes da literatura de cordel, como Leandro Gomes de Barros, João Martins de Athayde e João Benedito. Como afirma Amorim:

[…] o domínio completo da métrica, rima e metáfora. Além da extraordinária capacidade de fabulação, da riqueza vocabular, do esmero na construção da narrativa, da rima e metro impecáveis, a construção poética, em Arêda, suplanta o apuro formal e temático. Portanto, não é tarefa difícil compará-lo aos grandes nomes da literatura de cordel.

Com uma profícua produção literária, caracterizada por versos que apresentam os desafios e emboladas que ele promoveu com cantadores renomados, suas publicações foram editadas por distintas casas: Folhetaria Borges, em Bezerros, Pernambuco; Art-Folheto São José, em Caruaru, Pernambuco; Luzeiro do Norte, Pernambuco; e, Luzeiro, São Paulo.

Seus temas recursivos podem ser exemplificados com O homem da vaca e o poder da fortuna (1963), adaptado por Ariano Suassuna para o teatro (1973):

“Tem pessoa neste mundo
Que já nasce afortunada
Embora que passe tempos
Sem poder arranjar nada
Mas depois vem a fortuna
Lhe pegar de emboscada”.

 No verbete da biografia de Chico Sales, publicada na enciclopédia O Nordeste, podemos ler a avaliação de Ariano Suassuna sobre este cordelista e a obra adaptada: “Ele é tão grande quanto os maiores, tenho uma admiração enorme pela obra dele.”, e assegurou que Francisco Sales Arêda foi um clássico o qual teve a sorte de conhecer e certificou: “Tenho especial admiração e predileção pelo folheto O homem da vaca e o poder da fortuna, em que me baseei para escrever A farsa da boa preguiça“.

Também adotou o uso do acróstico nas últimas estrofes de suas composições poéticas, como forma de registro da autoria, empregando FSALES.

Faleceu aos 89 anos, na cidade de Caruaru, Pernambuco, na residência da filha Célia, precisamente no dia 20 de dezembro de 2005.

FONTES CONSULTADAS

AMORIM, M. A. Francisco Sales Arêda. In: INTERPOÉTICA. [S.l.: s.n., 20?]. Disponível em: <http://www.interpoetica.com/site/index.php?option=com_content&view=article&id=297&catid=50>. Acesso em: 12 nov. 2014.

FRANCISCO de Sales Arêda. In: RETALHOS históricos de Capina Grande, maio 2003. [S.l.: s.n., 20?]. Disponível em: <http://cgretalhos.blogspot.com.br/2012/05/francisco-de-sales-areda.html#.VGNyqMlkJx0>. Acesso em: 12 nov. 2014

FRANCISCO Sales Arêda. In: O Nordeste: enciclopédia nordeste. [S.l.: s.n., 20?]. Disponível em: <http://www.onordeste.com/onordeste/enciclopediaNordeste/index.php?titulo=Francisco+Sales+Ar%C3%AAda>. Acesso em: 12 nov. 2014

PINTO, M. R. Francisco Sales Arêda. In: FUNDAÇÃO Casa de Rui Barbosa. [S.l.: s.n., 20?]. Disponível em: <http://www.casaruibarbosa.gov.br/cordel/FranciscoSales/franciscoSalesAreda_biografia.html>. Acesso em: 12 nov. 2014.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s