Arquivo da tag: Abraão Batista

Poeta Abraão Batista – Capas dos Folhetos

Poeta Abraão Batista – Síntese biográfica

Abraão Batista

Nascido sob as bênçãos do Padim Ciço no Juazeiro do Norte, Ceará, em 1935. Filho de mãe pernambucana e pai potiguar, Abraão Batista, órfão de pai aos 7 anos de idade, cursou as primeiras letras ainda no Juazeiro e o ensino médio no Lyceu na cidade de Fortaleza, ingressando no ensino superior. Formou-se em Farmacêutico Bioquímico pela Universidade Federal do Ceará, vindo posteriormente a exercer o magistério no ensino público e privado e, posteriormente, no ensino superior junto à Universidade Regional do Cariri (URCA). Como docente, atuou no ensino da Física, Desenho Geométrico e Projetivo, Ecologia e Biofísica.

Apesar de sua carreira acadêmica, sua verve poética brota ainda na infância quando inicia seus primeiros trabalhos de múltipla expressão artística. Segundo Antônio Miranda, seus primeiros trabalhos surgem ora por meio da pintura, do desenho do qual originarão suas xilogravuras, ora por meio de esculturas em barro, ora por meio dos escritos poéticos fazendo aflorar seu lado poético sem esquecer sua tradição com uma produção que atravessa décadas.

Poeta, xilógrafo, gravador, escultor e ceramista. Abraão Batista tem como marco inicial de seus trabalhos o ano de 1968, quando ocorreu o episódio do Papa da época cassar 44 santos católicos. Aproveitou-se do fato e tomou como mote para escrever “A entrevista de um jornalista de Juazeiro do Norte com os 44 santos caçados”. Herdeiro dos grandes cordelistas e do Mestre Noza, mestre maior do artesanato Juazeirense, com seu espírito empreendedor funda o Centro de Cultura Mestre Noza e a Associação dos Artesãos do Padre Cícero, com o objetivo de congregar os artesãos de Juazeiro contribuindo para a organização e valorização da atividade de artesanato na cidade. Dentre sua vasta produção que ultrapassa mais de 200 títulos, destaca-se o “O Homem que Deixou a Mulher para Viver com uma Jumenta na Paraíba”. Em suas ações empreendedoras da valorização da cultura popular, ele é membro fundador da Academia Brasileira de Literatura de Cordel, com sede na cidade do Rio de Janeiro.

Aposentado, leva sua arte para todos os lugares por meio de sua assídua participação em feiras, proferindo palestras, entre outras atividades. Sua poética inspira-se nas belezas e realidades regionais e encontra eco junto a várias instituições nacionais e internacionais, a exemplo da Bibliotheque virtuelle cordel da Université de Poitiers, França.

Em seus versos, inspira-se na tradição popular a exemplo do fragmento extraído do folheto:

Conversa da caapora com o Saci Pererê:

 Quando o homem contraria

a terra e a Natureza

por certo, em algum dia

ela mesma, com certeza

dá o troco para o homem

com toda sua beleza.

Hoje, o próprio homem

é um grande destruidor

destroi os campos e serras

tornando-se um malfeitor

confundindo sua família

que é dádiva do Criador.

Agora não se sabe mais

quem é o bom, quem é ruim

a “droga” tomou de conta

[…]

Outro exemplo se dá no folheto “Luta do homem com um lobisomem

 Agora que eu andei

Pelas florestas do além

Enetrei no inconsciente

Íntimo que cada um tem,

Sinto-me autorizado

Para escrever o que vem.

 

Fui aos céus pra ver Jesus

E no inferno eu vi Caifaz;

Nestes canto eu tive luz

Que na terra ninguém faz,

Meus pensamentos aqui pus

Descrevendo uma luta assaz.

[…]

FONTES CONSULTADAS

ARTE Educação. [S.l.: s.n, 20?]. Disponível em <http://www.arteducacao.pro.br/Cultura/cordel/cordel2.htm>. Acesso em: 18 nov. 2014.

BATISTA, A. A anatomia do frevo: xilogravuras de Abraão Batista. Juazeiro do Norte, CE: Edições do Autor, 2006.

______. Literatura de cordel. Antologia. São Paulo: Global, 1976. 

______.  O Nordeste: Enciclopédia Nordeste.  [S.l.: s.n, 20?]. Disponível em: <http://www.onordeste.com/onordeste/ enciclopediaNordeste/index.php?titulo=Abra%C3%A3o%20Batista>. Acesso em: 10 out. 2014.

______.  Poesias brasileiras.  [S.l.: s.n, 20?]. Disponível em <http://www.antoniomiranda.com.br/poesia_brasis/cea ra/abraao_batista.html>. Acesso em: 10 out. 2014.

LINHARES, T. R. S. Abraão Batista, cordelista e xilógrafo cearense.  [S.l.: s.n., 20?]. Disponível em: < http://www.camarabrasileira.com/cordel05.htm>. Acesso em: 10 jun. 2014.

LITERATURA Popular: memória. [S.l.: s.n, 20?]. Disponível em: <http://www.unicamp.br/iel/memoria/LiteraturaPopular/ BancodeDados/Autor_A/index.htm>. Acesso em: 18 nov. 2014.

RESENDE, V. M. A relação entre literatura de cordel e mídia: uma reflexão acerca das implicações para o gênero. [S.l.: s.n, 20?]. Disponível em: <file:///C:/Users/Joao/Downloads/1245-3442-1-PB.pdf>. Acesso em: 18 nov. 2014.

Poeta Abraão Batista – Produção Literária

100 anos de cordel

A águia ferida

A anatomia do frevo

A decepção do Lula

A ganância de Batina

A história do bode ioiô e o seu encontro e amizade com Orson Welles

A história dos chifres coroados da Inglaterra

A macumbeira que foi fazer um despacho e despachou-se

A moça que foi trocada por uma mula, uma carga de farinha e 40 rapaduras, na seca de 1877

A moça que o diabo tomou conta para a matar de fome

A revolta dos bichos do jogo do bicho

A terra é uma nave e você o passageiro

A trama de satanás para ter Xôxo, o filho da Xuxa

A via sacra do horto

Ana Paula, a jovem que se rifou para ir morar em São Paulo

Aprenda a ser feliz

As 4 forças de Mossoró e, a Aula inaugural da Universidade das Caatingas na Estação das Artes

As histórias de Seu Lunga: o homem mais zangado do mundo

As paiacagens dos índios Paiacãs

As profecias do Padre Cícero

As trapalhadas de um matuto no xópingue

As trapalhices de um professor de micróbios e alimentologia

As traquinices do cão Beba e o sumiço do inventário e testamento do Padre Cícero

As três vertentes da Lei Rouanet

Ata da imaginação

Beato da cruz

CHÊ: feira de livros só pra gaúcho ter…pega mal, compadre

Cinco respostas para cinco perguntas sobre o Padre Cícero

Conversa da Caapora com o Sací Pererê

Da torre de Babel a nova era

Debate da Arena com o MDB em Praça Pública antes de morrer

Debates de guerra entre Buxe e Sadan Russem

Deu vaca no Congresso Nacional

Discussão de um cordelista com um professor Mané do Brejo

Encontro de Lampião com Kung Fu em Juazeiro do Norte

Encontro de uma coroa injuriada com Santo Antonio da Barbalha

Expedito de Peixada e a promessa de 87 léguas a pés

Frevo: chapa quente no inferno

História da Guerra de 1914: o canhão que atirou do contra

História da razão dos cachorros cherarem o feofó uns dos outros

História de Pinto Martins

História do beato José Lourenço e o boi mansinho.

História do homem que se amancebou com uma vaca em Quixeramobim

História verídica e o milagre do Padre Cícero no ano de 1947

Imaginário de Lampião sobre seus eleitores amigos e admiradores

João Peitudo, o filho de Maria Bonita e Lampião

Lozarte e Ormando no país dos Xeleléus

Lucilene, a moça que dançou lambada com o cão em Juazeiro do Norte

Luta de um homem com o lobisomem

No dia em que o Padre Cícero morreu

Num dia em que os cachorros foram tomar vacina

O apaixonamento de Lampião por Maria Bonita

O apaixonamento de Maria Bonita por Lampião

O bispo que inventou morrer de fome para matar de sede os nordestinos do Brasil

O bode que nasceu metade bode e metade gente

O café literário dos bichos na XXI Feira do Livro de Brasília

O casamento da raposa com o galo

O cortejo fúnebre de Luiz Gonzaga

O crente que vivia com uma burra em Xorozinho – Ceará

O descobrimento que não foi

O desespero de um velho brochado

O exemplo da lambada na matriz do Juazeiro do Norte

O exemplo do pé de pano do Maranhão

O fazendeiro que castrou o rapaz porque namorou a sua filha

O inverno de 1974 e os sinais dos fins dos tempos

O japonês Takô Okú Nakara que quis roubar o cu pu açú

O menino que ficou grávido em Minas Gerais

O menino que foi sacrificado ao diabo, em Guaratuba – PR

O nascimento do Padre Cícero

O pássaro encantado da gruta do Ubajara

O poder que o peido tem

O protesto do Padre Cícero em cartório, pela violação do túmulo da beata Maria de Araújo

O que você deve fazer para saber se casa na fogueira de São João

O rapaz que cortou os possuídos e os jogou pros urubús porque a noiva não o quis mais

O rapaz que fugiu da morte e morreu

O rapaz que vivia com duas vacas no Crato, casou-se com uma moça e arrependeu-se

O ratão do apagão

O sonho de uma romeira com Padre Cícero Romão sobre as falsas religiões e a maganagem do mundo

O vale das borboletas

Os 3 cachorrinhos

Os 4 sonhos reveladores do Padre Cícero

Os metrosexuais do mensalão

Os presidenciáveis bebendo Brahma

Os sofrimentos de um camelô

Os uruguaios que comeram carne humana

Padre Cícero e a cura de um louco – 1926

Padre Cícero: o cearense do século

Patativa do Assaré

Perguntas e respostas cifradas no cordel

Proibição do bispo do Crato contra Frei Damião e o porquê

Quando Padre Cícero chegou a Juazeiro do Norte

Querem esquartejar o Brasil

Receita do Padre Cícero contra o cólera

Saite de Satanás para Buxe Filho, Binlade, e outros mais

Significado da moda e a sabedoria da mulher através dos tempos

Tim Lopes, do heroísmo da profissão a servergonhice da autoridade

Um brasileiro na Flórida = A brasilian in Flórida

Um cearense em Brasília

Um cearense na Bahia

Visita de Dom Quixote a Brasília

Zélia e Bernardo: os adúlteros de Brasilia

Zezé: o cangaceiro de Lampião