Poetisa Sebastiana Gomes de Almeida Job – Produção literária

30 anos de sertão

50 anos de música, preito a Pe. Ágio Moreira

A água é fonte da vida, não deixe a água morrer

A saga do professor

A sogra no folclore

Adivinhação no cordel

As proezas dos João Grilo brasileiros

Brasil 500, comemorar o que?

Computador no cordel

Cordel no quadrão perguntando

Crato, cadê?

Dona Flor e seus namorados

Escolhe, pois, a vida

Forró bom é do sertão

Frases de para-choque

Fraternidade e Amazônia, vida e missão nesse chão

Grito ecológico

Levanta-te, vem para o meio

Lula, cadê?

O corno e a tipologia I

O corno e a tipologia II

O filho que levantou falso à mãe

O frade e freira ou a lenda do amor perdido

O povo sabe o que diz

O professor da Urca e o fundo de garantia

O que você quer saber sobre higiene

Oração à natureza

Patativa do Assaré na aula da saudade

Pegando carona

Pela cura natural

Prece de uma solteirona

Santa Luzia protetora dos olhos

Santo Antônio responde à solteirona

Se queres ser meu amigo não fales mal do meu Crato!

Só quem segura os caídos é Deus e o sutiã

Turismo e ecologia Voto do matuto desiludido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s