Poetisa Maria Izabel Tenório de Albuquerque – Síntese biográfica

A cordelista pernambucana Maria Izabel Tenório de Albuquerque nasceu em Pedra (PE) no dia 05 de novembro de 1961. Em 2008, adotou o nome artístico de Bel Salviano, mas é chamada pelos amigos de Poetisa do Sertão e por meio de um poema biográfico publicado no Recanto das Letras assim apresenta seu perfil:

Pra quem não me conhece
Canto aqui minha riqueza
M’alma tem cheiro de flor
Sou filha da natureza
Na idade do pecado
Expresso só a beleza.
 
Sou a flor de mandacaru
Da terra seca o meu chão
Escrevo a minha vida
Tiro d’alma ao coração
Sou da lua iluminada
Vim do Portal do Sertão
 
Sou semente da terra
Sereia lá do teu mar
Sou gata borralheira
Vivo no mundo a sonhar
Sou guerreira na poesia
Estrela do céu a brilhar
 
Sou pássaro de gaiola
Pra voar não tem direção
Sou lá do pé de serra
Sou da genética do baião
Eu sou Bel Salviano
A poeta d’uma canção!
(BEL …, [20--]b)

Bel Salviano desenvolveu a sua veia literária por meio de escritos epistolares, ainda criança, incitando o seu estilo próprio de poesia livre (BEL …, [20–]a).Criou a associação Planeta Poeta Cultura Nordestina com o objetivo de resgatar as raízes da cultura popular nordestina, anunciando não só artistas anônimos (poetas, cordelistas, cantadores, emboladores, compositores, cantores, etc.), como os expoentes da cultura nordestina (BEL …, [20–]a). O trabalho na promoção do cordel também se dá por meio do projeto oficina de cordel nas escolas e praças públicas, intitulado Voluntários da Poesia. (BEL …, [20–]a).

Em correspondência a Luiz Berto Silva, autor do blog Jornal da Besta Fubana: uma gazeta da bixiga lixa, Bel Salviano assegura que “[…] alguns dizem que sou cordelista, outros me chamam de poetisa, mas o que gosto mesmo é de divulgar a cultura nordestina […]” (SALVIANO, 2012). Sem dúvida nenhuma, seus projetos afiançam seu esforço na divulgação da cultura nordestina, mas a afirmação de Bel Salviano é modesta demais em relação às suas produções cordelistas, como exemplo do poema popular Cordelistas da Nação J. Ferreira

No cordel J. Ferreira
Narra à vida na roça
Tempo doce que adoça
A vida corriqueira
Da nação brasileira
Na volta ao passado
Pra viver conformado
Na estadia do seu avô
Hoje lembrado com amor
Na poesia tão aclamado
 
Com grandeza agricultor
Por nosso Deus exaltado
Pelo neto adorado
Cultivou a terra com amor
Com o gás do beija-flor
Hoje é vida na poesia
Na rima com maestria
Seu neto J. Ferreira
Faz cordel de primeira
Da roça herdou a magia.
[...]
(SALVIANO, 2009)

Em parceria com Jerson Brito, escreveu a Cartilha do Cordel

Se você quer aprender
A fazer um bom cordel
Pegue lápis ou caneta
E anote no papel
É bem fácil, meu amigo
E gostoso feito mel
 
Escreva primeiro, aí
Para não ficar perdido
Que o verso é cada linha
Do cordel que é construído
Cada grupo de versinhos
Por estrofe é conhecido
 
Agora, vamos dizer
Como as sílabas contamos
É um pouco diferente
Daquilo que estudamos
Contagem gramatical
Nem sempre consideramos
 
O cordel é exigente
E prima pela estética
Acima foi mencionada
A tal sílaba poética
Pro estilo é requerida
Está em sua genética
(SALVIANO; BRITO, 2011)

FONTES CONSULTADAS

BEL Salviano. In: Portal pernambuco nação cultural. Jaboatão dos Guararapes (PE) : [s.n.], [20–]a. Disponível em: <http://www.nacaocultural.com.br/belsalviano1&gt;. Acesso em: 19 abr. 2017.

BEL Salviano: perfil. In: Recanto das letras. [S.l. : s.n.], [20–]b. Disponível em: <http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=59560&gt;. Acesso em: 19 abr. 2017.

SALVIANO , Bel. Bel Salviano: Jaboatão dos Guararapes (PE). In: Jornal da Besta Fubana: uma gazeta da bexiga lixa. 16 jul. 2012. Disponível em: <http://www.luizberto.com/correspondencia-recebida/bel-salviano-%E2%80%93-jaboatao-dos-guararapes-%E2%80%93-pe&gt;. Acesso em: 20 abr. 2017.

SALVIANO, Bel; BRITO, Jerson. Cartilha do cordel. In: Pantera cordelaria. [S.l. : s.n.], 1 fev. 2011. Disponível em: <http://panteracordelaria.blogspot.com.br/2011/02/cartilha-do-cordel-bel-salviano-e.html&gt;.  Acesso em: 20 abr. 2017.

SALVIANO, Bel. Cordelista da nação J. Ferreira. In: Recanto das Letras. [S.l. : s.n.], 16 ago. 2009. Disponível em: <http://www.recantodasletras.com.br/cordel/1756755&gt;. Acesso em: 20 abr. 2017.

Um comentário em “Poetisa Maria Izabel Tenório de Albuquerque – Síntese biográfica

  1. [3/4 09:04] Carlos Silva: Os artistas(principalmente os independentes) da Bahia, precisam de um olhar por parte do Governador, pois como representantes culturais estamos sem amparo, em virtude desse nosso AFASTAMENTO SOCIAL.Algo devera ser feito em prol dessa grande representatividade artistica dos 27 territorios que sao trabalhadores da arte e pais de família que estao sem trabalho devido ao corona virus.O meu apelo é para a capital e todo interior da Bahia.Assistam o vídeo e deem uma respostaA esse povo que vive EXCLUSIVAMENTE do seu oficio artistica. Atenciosamente ,Carlos SilvaPoeta, cantor, compositor, cordelista e Mestre de Culturas populares.75 99838 5777.Se possivel, estendam esse olhar para a classe artistica baiana e compartilhem esse vídeo.https://youtu.be/yAFsF680nqY%5B3/4 10:33] Carlos Silva: Bom dia amigo, que todos nós tenhamos um bom dia.Como artista, o que posso fazer por mim e pelos amigos que vivem da arte, é tentar sensibilizar o Governador do meu Estado para esse sério problema.Ja temos colegas (MUITOS) com dificuldades e temos que dar o nosso grito para tentar fazê-lo nos escutar. É o minimo que posso fazer em prol de uma nação de artistas que como eu, vive dela  DA ARTE DE QUALQUER NATUREZA para sustentar minha familia. Espero que eles possam atender. Se não! Ao menos tentei. “Pois como diz o ditado: Mais vale a lágrima de uma derrota, do que a vergonha de não ter lutado”. Enviado do Yahoo Mail no Android

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s